Urban Class

21
Dez

Você valoriza o consumo local?

Já tem algum tempo que ouvimos falar sobre a valorização dos negócios locais. Este movimento, que tem como objetivo incentivar que as pessoas comprem de pequenos produtores, pequenos comércios e de marcas da sua região, ganhou até um nome: locavorismo.


Não há como negar que a pandemia teve um papel-chave para acelerar o conceito, pois com a vida das pessoas mais limitadas ao seu entorno, o senso e o interesse comunitário aumentou.


Segundo matéria da WGSN, especialista mundial em tendências, seis em cada dez consumidores planejam consumir de forma mais local nos próximos 12 meses (dados da Brightpearl). O movimento é tão significativo, que a expectativa é de que grandes varejistas criem versões menores de lojas e pop-ups mais inseridas e engajadas com as pequenas comunidades.


E quais as vantagens dos comércios locais? No caso dos alimentos, temos o consumo de itens mais frescos, com mais nutrientes e que valorizam os pequenos produtores. Já em um cenário mais amplo, evitam-se longos trajetos e custos com transporte, que refletem diretamente na diminuição da poluição.


Fortalecer laços e oportunizar negócios locais, são ações que já fazem parte da nova geração de consumidores.