Urban Class

30
Abr

Preto e branco.

Quando pensamos em roupa básica, é comum associarmos essas peças ao preto e branco, cores atemporais que nunca saem de moda.

 

A precursora deste “movimento” black and white na moda foi Coco Chanel. A estilista francesa dizia: “as mulheres pensam em todas as cores, exceto na ausência da cor. Eu sempre digo que preto tem tudo o que se precisa. Branco também. A beleza deles é absoluta. É a harmonia perfeita”. Assim como preto sabe esconder, o branco é capaz de revelar, e unindo as duas cores, Coco Chanel criava looks surpreendentes.

 

O tempo faz tudo se transformar, mas também consolida clássicos, como este caso do preto e do branco. E estando juntos ou separados, são sempre uma escolha assertiva em se tratando de moda.

 

Enquanto o preto transmite elegância, o branco transmite leveza; uma cor é fechada e se volta para dentro, e a outra é aberta e se projeta para fora. E assim como qualquer outra cor, a escolha vai depender do que cada pessoa pretende expressar através da sua vestimenta.

 

Para quem não gosta de arriscar outras cores, além do preto e branco, a dica é explorar tecidos diferenciados, seja pelo conforto ou pelo consumo consciente, como o algodão egípcio, mais durável e com superfície mais lisa que o algodão tradicional, o micromodal, com excelente caimento, maciez e leveza, ou até mesmo algodão orgânico, uma matéria-prima significativamente melhor para o meio ambiente e para as pessoas que trabalham com ele.